26 janeiro 2016

a vida é uma pilha de pratos a caírem no chão


Fui ver António e Maria, no Teatro Meridional.
No final ficou esta frase na memória: a vida é uma pilha de pratos a caírem no chão.
O António Lobo Antunes é complicado, mas é de uma beleza acutilante.

Sem comentários: