22 agosto 2012

Férias - parte III


Um projecto realizado: ir de Lisboa (Tróia, mais precisamente) a Tavira de bicicleta.

Foi uma prova dura e é disso que tenho mais pena: que não tenha sido um passeio. Tenho de treinar para que no próximo consiga desfrutar mais e sofrer menos com dores. Mas adorei pedalar durante 6 dias, ver um novo Algarve que eu desconheço (tanto o que não gostei como o que gostei). Em Albufeira, do mais turístico que há, regozijo-me em ter usado as escadas rolantes que levam as pessoas de e para a praia, com a bicicleta. Subir com a bicicleta na escada rolante é entrar totalmente no espírito ALLgarve.
Gostei do Carvoeiro, de Salema, apesar das subidas assassinas.
Gostei dos bocadinhos de ecovia de terra batida.
Gostei de sentir que estava a fazer uma coisa diferente (embora seja igual à de muitos outros, mas é um grupo onde gosto de me sentir igual).
Gostei da noitada de assistência ao karaoke na primeira noite em S. Torpes, que nos deu repertório para o resto da viagem.
Gostei da sensação de "Verão Azul" em todas as descidas vertiginosas com o bocal do camelbag a trepidar por causa da velocidade.
Gostei de pedalar à noite ao longo da albufeira da Ribeira de Odiáxere e também na estrada de Pedralva a Budens, enquanto cantava a Maria da Fonte, precisando-me nos versos "E àquela hora por ela marcada de noite ou de dia/ O Chico da Nora na encruzilhada esperava a Maria" sabendo que o meu companheiro de viagem haveria de estar à minha espera mais à frente.
 

Gostei de muita coisa, quero gostar mais vezes.
Bicla, aguenta-te, que aí vou eu!!!
 
 

     Eu lá ao fundo, vitoriosa, no Cabo Sardão.

 

1 comentário:

gralha disse...

Boa! E aposto que agora és (ainda mais) a heroína da tua filha :)