06 julho 2012

Areeiro - Guincho - Areeiro


Ontem foi um dia excepcional em que decidi fazer uma coisa que me parecia loucura e para a qual achava que não tinha estofo: 84km de bicicleta!!! Mal consigo acreditar que ainda há poucos dias achava que 20km era muito. Obviamente estou muito cansada, com um escaldão e uma dor de cabeça por causa do sol a mais, mas só o ter conseguido sem treinos me leva a acreditar que o passeio até ao Algarve não há-de ser assim tão terrível.

Ainda é preciso ganhar calo no rabo e habituar os joelhos, que também estão um pouco ressentidos.

O caminho até lá é muito bom e na zona em que tinha mais dúvidas sobre como se ia foi quando correu melhor. Depois de Algés julgava que era meter-me nos passeios marítimos, no paredão, etc., mas só lá é que soube que tudo isso está interdito a bicicleta (dois polícias de bicicleta vieram ter comigo, eu pensei que me iam dizer "se precisar de alguma coisa diga" ou "a viagem está a correr bem?", mas não), de maneira que fui pelo passeio junto à marginal e às vezes pela estrada.

A chegada ao Guincho foi dolorosa: estava um vento contra que só me fazia arrepender da ideia de ter estendido o meu projecto inicial (Cascais) até ao Guincho. A recompensa final seria uma banhinho na praia, mesmo que estivesse vento. Só que vento era tão forte que ainda antes de se chegar à areia já estava a ser atacada por grãos de areia atirados a alta velocidade contra a minha cara. Acabei por ficar na esplanada a ler um livro. Ainda pensei no mergulho, mas já tremia quando pus os pés na areia e, como já se fazia tarde, decidi regressar.

O regresso foi puxado. Tinha um encontro combinado às 20h30 e então foi mesmo contra-relógio. Ao subir a Almirante Reis estava tão cansada que cada vez que punha as pernas no chão elas tremiam e eu achava que ainda caía a fazer uma coisa tão básica como andar.

Despachei-me em 10 minutos e fui ter coma minha amiga. Sentada numa poltrona parecia que rabo latejava ou que assento tinha qualquer coisa por baixo (era só o esforço a fazer-se sentir).

Foto 1. Praia de Algés
Foto 2. Estrada do Guincho

2 comentários:

Paula disse...

Eh eh!! Quando puseste os pés no chão parecias que voavas, não? Grande passeio. Eu nem de Cascais ao Guincho fui...
Bons passeios!

gralha disse...

também quero ir até ao Algarve! Também quero! Há vários anos que tento arrastar alguém mas ainda não consegui. Bora? Bora?