15 fevereiro 2012

A seca

Na licenciatura comecei a ter uma superstição idiota que me deixava absolutamente angustiada nos finais de ano lectivo: a de que os exames/testes/ trabalhos só tinham boas notas quando chovia. Esta idiotice fazia com que em Junho e Maio eu andasse a pedir chuva, chuva, chuva em desespero. Com o final dos estudos e dos exames esqueci gradualmente esta tonteria.
Naturalmente que a meteorologia não terá nada que ver com a minha prestação académica, mas esta seca de Dezembro a Fevereiro trouxe-me à memória de forma flagrante a superstição da licenciatura. A grande seca que houve revela-se de forma tão evidente nas minhas notas dos seminários que o único sítio em Portugal onde chove agora é na minha cara. Espero que lá para o final de Maio, início de Junho haja tempestades e cheias e inundações, porque esta seca não faz bem a ninguém.

Sem comentários: