01 fevereiro 2012

Agradecimento

Ontem à noite fiquei mais uma vez surpreendida com a minha capacidade de ficar a ver televisão até tarde sem estar propriamente interessada na programação. Consegui ir mudando de canal em canal (nos quatro que tenho) até chegar às duas da manhã. E enquanto via televisão dizia a mim própria: Vai para a cama! Amanhã tens de te levantar cedo e não consegues. Mas não me consegui ouvir, apesar de o ter dito muitas vezes.
Hoje de manhã, acordei com o barulho dos vizinhos de baixo. Não foi com o despertador. Se ele tocou ou não é um mistério. Se não tocou, porque foi? Avariou-se? Tudo indicava que ia tocar e que estava tudo a funcionar como deve ser. E se tocou? Estaria eu tão carente de sono, que num estado de quase sonambulismo desliguei o despertador sem ter uma ínfima lembrança de o ter feito?
Seja como for a verdade é que disse a mim própria: Marta, nunca, mas nunca, tenhas TV cabo. NUNCA! E planeei logo pela manhã que hoje colocaria dois despertadores e deitava-me a horas normais.
À tarde, chegadas a casa, a miúda pergunta se pode ver televisão e eu aquiesço. Segundos depois a primeira interrupção: Mãe, não está a dar bonecos. Ao que eu, da cozinha, respondo: Os bonecos não dão a todas as horas. (resposta de quem não tem TV cabo). A miúda insiste: Está parada. Bolas, bolas, bolas! Lá tenho de parar a minha sopa (que está cada vez melhor) para ir ver o que se passa. Chego à sala e o que é que tenho no ecrã: Queres ver televisão? Vai comprar o TDT. (por outras palavras).
Por isso eu hoje quero deixar aqui o meu sincero agradecimento ao TDT, porque esta noite vou adormecer na cama a ler um livro. E antes da meia-noite, como a Cinderela!
Obrigado!

Sem comentários: