09 dezembro 2011

na rua dos Fanqueiros

Na semana passada, na Baixa, uma senhora cega esperava de um lado da Rua dos Fanqueiros para atravessar. Um senhor despachado repara nisso, observa o fundo da rua e grita-lhe:
- Minha senhora! Atravesse agora que não vem nenhum!
Mas um outro senhor, de casaco cinzento, adverte-a logo:
- Não atravessa nada, que está vermelho!
O sr. Despachado não se dá por vencido - atravessa a rua, dá o braço à senhora e diz:
- Vamos agora que não vem nenhum.
E a sr. Cega lá foi, apesar do sr. De Casaco Cinzento ainda o tentar convencer que mais valia esperar pelo sinal verde.
 
E felizmente não veio mesmo carro nenhum, porque se viesse, não sei se o sr. Despachado, para quem os semáforos são iluminações de Natal permanentes, teria conseguido levar a sra. Cega a bom porto.

Sem comentários: