26 novembro 2011

Caro Metropolitano,

9 minutos não é normal!
No metro agora espera-se mais tempo que antes. De certeza que reduziram o número de comboios.
Antes, tínhamos a certeza de que não esperaríamos mais de 3 minutos pelo metro. Era possível dizer a alguém "Estou aí em 15 minutos" com a certeza de que estaríamos: 3 minutos para chegar ao metro, mais 3 de espera, 5 para a viagem e mais 4 para chegar ao ponto de encontro. Agora não. Principalmente se houver transbordo. Esperar 9 minutos por cada comboio são quase mais de 10 minutos de viagem.
As razões porque ando de metro é porque é mais rápido, não tenho de esperar muito tempo, e enquanto espero não me chove em cima e estou à sombra. Mas irrita-me ter de passar o passe. Principalmente na saída. Era uma das coisas que gostava antes era de não ter de abrir mala e carteira para entrar, ao contrário dos autocarros. Agora, com estas portas automáticas é uma chatice. Não se pode descansar a mochila nas costas, ou a carteira no bolso, ou seja o que for. O passe também não pode ir para o bolso (estraga o chip...). E ainda por cima temos de guardar o recibo, para salvaguardar uma avaria no chip. E dizem-nos que é mais ecológico. É treta! Por cada pagamento sai um recibo. Outra coisa que não gosto é o sobe escada, desce escada, sobe escada, desce escada. O autocarro espera-nos no plano horizontal e à luz do sol, em vez das luzes artificiais.
Que saudades das vinhetas! E dos módulos! Podiam andar na carteira uma ano, que eram sempre válidos, funcionavam sempre. Era garantido! E era simples.
Portanto, o que eu te tenho a dizer, ó Metropolitano, é isto: se perdes a grande vantagem que tens sobre os autocarros (pouco tempo de espera)  de certeza também perderás clientes. Rectifica isso, por favor.
 
Obrigada.
 

Sem comentários: