02 agosto 2011

comboios

Não há como um apeadeiro no meio do nada, um comboio que chega quase sem aviso, uma única pessoa no cais, para que se sinta que uma viagem emocionante e uma vida esfusiante está a começar. Mesmo que essa viagem seja apenas de 25km e demore meia-hora.
Uma estação de comboios quanto mais velha, mais mágica é...
E os sorrisos e acenos de quem vai e de quem fica partilham essa sensação de magia.

1 comentário:

Cheila disse...

Apanhar um comboio traz sempre emoções. Sobretudo quando se está no apeadeiro da Luz!
Foram 5 anos desde que tu dês-te luz Marta!
Foi bom matar saudades, ver a miúda espectáculo, emocionar-me com a sua sensibilidade e humildade, conhecer a vossa família espectáculo, e sentir o Algarve.
É bom saber que as coisas boas continuam melhores que nunca.