27 junho 2011

então o amor é isso?


Às vezes percebe-se que duas pessoas têm uma relação de namoro (ou qualquer outra coisa), quando começam a maltratar-se em público.
Muitas vezes é o contrário, com as mostras públicas de afecto, mas noutros casos, quando nos damos conta de uma facilidade em ser cruel e em denegrir a pessoa (de um lado), e a hipersensibilidade a qualquer forma de desatenção, a constante necessidade de opinião e apoio (no outro), percebemos que aqueles dois andam enrolados. Porque é que é assim? Porque é que a intimidade os leva a isso? Nos casais que fazem actividades de lazer em conjunto assisto muitas vezes a isso (não é sempre, como é óbvio, mas é prato do dia).
Acho estranho...
Não me lembro se já fui um deles...

3 comentários:

D. disse...

As pessoas as vezes tem atos que não consigo entender. Não sei, mas nunca são capazes de manter entre si algo instável e agradável, nunca com o mesmo afeto. Não sei, talvez chegue uma hora que cansa de suportar a mesma pessoa por um tempo, ou o amor nunca pôde ter existido. Uma pena, amor, amor... rs' Essa palavra é hilária =)

D. disse...

As pessoas as vezes tem atos que não consigo entender. Não sei, mas nunca são capazes de manter entre si algo instável e agradável, nunca com o mesmo afeto. Não sei, talvez chegue uma hora que cansa de suportar a mesma pessoa por um tempo, ou o amor nunca pôde ter existido. Uma pena, amor, amor... rs' Essa palavra é hilária =)

matheus disse...

ola sou mais um seguidor seu adorei o seu blog entra la no meu wwwdiversidadevirtual22.blogspot.com sem o ponto depois do www