28 fevereiro 2011

amigos

Sábado tive uma visão muito positiva de mim mesma.
Fui à Guia em trabalho, portanto, para além do outro formador, apenas contava com um grupo de desconhecidos.
Logo pela manhã começaram a aparecer pessoas conhecidas: vinham cumprimentar-me, perguntar-me pela vida e pela filha, questionavam sobre assuntos recentes sobres os quais tinha falado com eles e convidavam-me a fazer qualquer coisa em conjunto num futuro próximo.
Foi, um, e outro e outro e outro e outro e eu só a ver pessoas a aparecer, pessoas de quem gosto, com quem aprecio passar um dia de escalada, mas também momentos de convívio; e acenava e dizia "olás". E outro e outro e outro. E eu interrompia a formação e ia dar umas palavrinhas a um e depois regressava ao posto. Eu estava contente, sem dar por isso. No final do dia, já no percurso de regresso, uma data de conversas iniciadas, acabadas e deixadas a meio.
Voltei para casa, cansada, sozinha... mas antes de me deitar dei-me conta da quantidade de amigos que tenho, do tão acarinhada me senti durante o dia, e depois de relembrar como fui tratada por tanta gente, fiquei contente comigo própria, por ter deixado de olhar para o chão e ter começado a ganhar coragem para falar com as pessoas. Ganha-se tanto!!! Há carradas de gente que vale a pena!
Obrigado eu por ter consigo ser uma pessoa melhor.

1 comentário:

tiaguini disse...

teria sido melhor se tivesses escalado connosco, mas pronto, fica para a próxima :-)