03 setembro 2010

...

Há coisas que já percebi na linguagem da net e dos sms. Outras que não.
Há símbolos e formas de dizer coisas (não é bem escrever) que por vezes temos de usar para sermos compreendidos. Pelo menos que a atitude com que dizemos as coisas seja compreendida.
Por exemplo, os smiles e outros símbolos são por vezes fundamentais, para que se perceba que estamos bem dispostos.
Também percebi que um "Ah! Ah!" é um riso cínico, enquanto que um "lol" é uma gargalhada. E se queremos dar uma gargalhada por escrito não podemos escrever um "Ah! Ah!" por quem nos lê pensa que estamos a gozar.
 
Eu sou um bocado seca, porque directa.
Umas coisas vou aprendendo, outras ainda não. Continuo a parecer seca e fria.
Também já li mal, por isso um exercício que por vezes faço é ler o mesmo texto em tons diferentes e perceber que se calhar alguém não está chateado nem a ser bruto.
 
Já aprendi a não perguntar logo quando me telefonam "O que é que queres?", porque isso já é uma expressão idiomática para "Não tenho tempo para ti. Despacha-te lá que quero ir à minha vida." e é uma pergunta muito mal recebida.
Não se pode ir direito ao cerne da questão . É preciso florear um bocado. Ou então escrever mais.
 
Devo ter bebido muito café e ter muito sono ao mesmo tempo - nada disto parece ter muito sentido (fica postado, quand même)

Sem comentários: