20 julho 2010

Tosquia

Depois de feito o feito, percebi que não o devia ter feito: a miúda levou umas tesouradas no cabelo e o penteado não está grande coisa.
Como para lhe cortar o cabelo é preciso apanhá-la bem disposta, eu vou insistindo de vez em quando à espera da aceitação. Ontem quis. Mas ontem o cabelo dela estava uma pasta (com terra e piscina, mais terra e piscina) que fez com que o corte ficasse imediatamente estranho. Além disso, ela estava mesmo bem disposta, por isso agarrava em madeixas de um lado e doutro da cabeça e dizia: corta aqui. E eu cortava (porque é sempre preciso aproveitar a boa disposição ao máximo). Também se virou de costas para lhe cortar atrás, e eu cortei.
Depois tomou banho, lavou o cabelo (aleluia!) e só hoje demanhã é que me apercebi de uma quantidade de efeitos pós-modernos por cima das orelhas.
Vai ter de haver nova tosquia.

Sem comentários: