09 junho 2010

Jacques Brel -Madeleine

Sempre achei piada às letras do Jacques Brel. Há tanta ironia e tanta tristeza.
Fcio smepre com pena do pobre desgraçado que espera a Madeleine, apesar de tudo...

Sem comentários: