19 fevereiro 2010

bollycao

Com as nervoseiras em 24 horas comi 4 bollycaos. 4!!! E nem eram dos mesmo bons, eram de outros: uns mais ou menos.
Já há dia que ando à procura de Bollycaos. Primeiro só vi Chipicaos que não tem nem um décimo da piada, depois eram os Bollycaos Caramelo. Até que agarrei num pacote que me pareceu o Bollycao clássico, mas não: era o Bollycao Novidade (com banho de chocolate numa ponta). Finalmente, lá estava: um pacote de 4 unidades saborosas (que tive de dividir com a Mariana). Mas... não me souberam como antes e olhei para a embalagem com mais atenção e li "leite". Qu'é isto?! "Leite"? "Leite" o quê?! Não percebi.
Então lá fui a uma mercearia (nada melhor que uma mercearia para encontrar produtos clássicos e livres de modernices de agradar a minorias) e lá estava o Bollycao, embalagem individual e sem nenhuma legenda, apenas o nome que diz tudo: BOLLYCAO.
Comi-o e, sim, era o original. O tal "leite" era um parente fraco, para fazer menos mal ao alérgicos ao chocolate potente.
Soube-me bem. Era mesmo o que eu queria: o velho Bollycao pelo qual me apaixonei há tanto tempo e que ainda hoje me faz crescer água na boca. (... e borbulhas na cara, muitas...)

2 comentários:

cardin_patricia disse...

Onde voce encontrou bollycao?

mm disse...

Há em todos os supermercados e mercearias de Portugal.