08 dezembro 2008

eu pelos olhos dela

Estava farta da miúda. Só me apetecia dizer-lhe "não me chateies", mas ela apareceu aqui, abraçou-me e levou-me a ver os bonecos todos no chão a fazer ó-ó (que ela diz inclinando a cabeça, com a mão encostada à face). E pôs um indicador à frente dos lábios - chiu... Caí logo no charme dela - já é a mais linda do mundo outra vez.

Sou eu que lhe ensino a ser assim querida? Nas brincadeiras que tem com os bonecos, em que faz de conta, ela está sempre a ensiná-los, a dar papa, puxar o autoclismo, pôr a dormir. É sempre atenciosa e paciente com eles. Apoia-os. Eu adoro assistir a esses espectáculos. E ela a fazer festinhas aos primos bébés?! É um amor!
É mesmo comigo que ela aprende?! Eu sou um amor?!

O dia em que a vir berrar para um boneco "és um chato! larga-me" vou ficar tão triste por ser essa a imagem que ela tem de mim. Mas um dia há-de acontecer. Espanta-me de ser assim tão querida aos olhos dela.

Ainda bem que é assim que me vê. Mas é assim que sou?

Sem comentários: