31 março 2008

Ambígua

Como é que um miúda que numa refeição enfia a mão dentro do iogurte e a passa de seguida pela cara e cabelo; na refeição seguinte me deixa cortar-lhe as unhas (pela primeira vez! sem fitas!!) e ainda me oferece a outra mão?!
Quando penso que é uma coisa que corre bem, inventa um disparate; quando acho que vou ter de ouvi-la a refilar, é um anjo.
E outra coisa que acho fantástica: um livro para ela serve só para abrir e fechar (mais que duas páginas não tem interesse), mas ainda assim, se o livro está de pernas para o ar põe-o como deve ser.